A

C

E

L

M

P

T

X

Coronavac em Bertioga

O que já foi definido e o que falta definir na cidade para início da vacinação



Após a liberação pela Anvisa do uso emergencial da coronavac do Instituto Butantan, neste domingo, 17, e o início, na mesma data, das vacinações no estado de São Paulo, o governo estadual e os demais municípios devem começar a campanha de vacinação em massa na data planejada, 25 de janeiro. 

Com isso, a população de Bertioga, assim como das demais cidades do litoral paulista, quer saber os detalhes sobre os locais e datas em que poderão se vacinar.

Bertioga, que tem uma população de cerca de 63 mil pessoas, assim como as demais cidades da Baixada Santista, vai vacinar sua população contra a covid-19 em conformidade com o Plano Estadual de Imunização, coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o último boletim municipal, deste sábado, 16, Bertioga acumula 2.690 casos de infecção por coronavírus e 50 óbitos em decorrência da doença. 

Apesar de, até esta segunda-feira, 18, os postos de vacinação em  ainda não terem sido divulgados, a data de início das vacinações contra a covid-19, os grupos prioritários e as regras gerais em Bertioga já estão definidas, uma vez que a cidade vai seguir o Plano Estadual de Imunização. 

Saiba como será a vacinação em Bertioga

Data de início e grupos prioritários

Na primeira etapa do Plano Estadual de Imunização, serão priorizados profissionais de saúde, grupos indígenas e quilombolas e também pessoas com 60 anos ou mais, que são a faixa etária com maior índice de letalidade por COVID-19. De cada 100 mortes por covid, 77 são de pessoas nesta faixa etária. 

A estimativa da prefeitura é de que a campanha de vacinação em Bertioga comece no dia 25 de janeiro, conforme o cronograma estadual. De acordo com a prefeitura, a expectativa é de que mais de 9.300 pessoas sejam vacinadas na primeira etapa, das quais mais 1.591 são profissionais da saúde, e os demais são idosos. 

Quais serão os locais de vacinação

A gestão Doria propôs aos municípios a adoção de normas especiais para vacinação em farmácias, quartéis da Polícia Militar, escolas, terminais de ônibus e postos volantes em sistema drive-thru. O objetivo, segundo o governo estadual, é garantir a segurança da população e evitar aglomerações nos locais de imunização. 

Ainda em âmbito estadual, o governo estima que o esquema de logística e segurança pública do Plano Estadual de Imunização envolva cerca de 79 mil profissionais, com 54 mil trabalhadores do setor de saúde e 25 mil agentes de segurança, entre policiais militares e guardas civis municipais.

 
 
 
 

 


Fonte: https://www.costanorte.com.br/saude/coronavac-em-bertioga-sp-o-que-j%C3%A1-foi-definido-e- | 19/01/2021 - 14:14

Ainda não conhece a OPPA Bertioga?

Oferecemos muito mais visibilidade para seu negócio! Destaque-se na OPPA Bertioga!

cliente caindo
O seu negócio não está sendo bem divulgado?
cliente após anuncio do oppa bertioga tendo seu retorno
Veja os resultados com seu anúncio na Oppa Bertioga